Como a tecnologia impacta no mercado financeiro

Publicado por Guia de Investimento - 02/08/2022

A tecnologia beneficiou muito muitos setores deste mundo, especialmente o mercado financeiro e o comércio. Agora só podemos lembrar os tempos em que as negociações de ações e notícias financeiras eram gritadas em uma multidão de operadores no pregão

A tecnologia beneficiou muito muitos setores deste mundo, especialmente o mercado financeiro e o comércio. Agora só podemos lembrar os tempos em que as negociações de ações e notícias financeiras eram gritadas em uma multidão de operadores no pregão.

Isto é, antes da invenção dos computadores, as únicas peças eletrônicas no mercado eram calculadoras e telefones. Agora os computadores são usados ​​para processamento de dados, rede e comércio de uma empresa de criação de softwares, por exemplo.

Quanto ao mercado financeiro, a noção de um algoritmo de negociação só está ganhando terreno agora, e isso só pode levar a uma maior importância dos processos de computador no mercado de ações.

Ou seja, a tecnologia tornou o mercado mais competitivo e permitiu que ele crescesse a uma taxa exponencial. Então, sabe como a tecnologia desempenha na prática um papel nas operações diárias do mercado financeiro?

Vamos dar uma olhada em algumas das maneiras importantes pelas quais a tecnologia está impactando esse mercado.

Efeitos da tecnologia no mercado de ações

A tecnologia facilitou o processo de coleta das informações necessárias para apoiar um negócio. O impacto disso é significativamente visível no mercado de ações.

Para ser um investidor de sucesso do mercado financeiro é preciso abraçar o mundo da tecnologia como nenhum outro. Ela contribui para que os mercados de ações sejam fluidos e acessíveis para todos, principalmente para consultoria contábil para empresas.

Quais são as tendências de tecnologia e finanças?

É certo que os principais impactos que a tecnologia está causando no setor financeiro são visíveis e claros. No entanto, para quem está começando nesse mercado, pode ser um tanto desafiador, mesmo tornando-se mais fluido e funcional com a tecnologia.

Vamos ver alguns exemplos básicos de recursos e ferramentas que são utilizados na prática no setor financeiro:

  • Blockchain: recurso de transações diretas;
  • Internet das Coisas: facilita a integração entre equipamentos físicos/internet;
  • Automação de transações;
  • Chatbots: suporte para responder aos clientes de forma humanizada;
  • Inteligência artificial: aumenta a segurança do cartão de crédito.

Ou seja, de fato a inovação e a tecnologia estão cada vez mais presentes no mercado financeiro e oferecem processos digitais mais eficientes, com melhor aproveitamento e usabilidade.

E além disso, ajudam em outros processos em uma empresa de elétrica industrial, como marketing, branding e reconhecimento de marca das empresas de qualquer setor.

Tecnologia e pesquisa

Antes da era digital adentrar no mercado financeiro, coletar informações sobre o mercado era uma tarefa complexa. Com a tecnologia, ferramentas como o blockchain deram aos investidores acesso a qualquer informação de uma empresa ou ação.

Sendo assim, empresários, investidores, empresas de distribuidores de conectores elétricos que querem investir o capital em ações, bem como os traders, por exemplo, começaram a usufruir de um acesso à uma riqueza de informações nesse setor.

Nesse sentido, toda a questão de relatórios de ações, notícias de última hora, ações de tendências de preços e muitos outros detalhes estão disponíveis em apenas alguns cliques.

Ou seja, as empresas financeiras, bem como as de diversos setores que querem investir nesse mercado, agora podem monitorar o sucesso de suas ações em tempo real.

Além disso, os consultores financeiros podem transmitir os eventos atuais para seus clientes, tornando os investidores, traders e empresários bem mais preparados e bem informados.

Negociação e tecnologia de alta frequência (HFT)

Outro aspecto que impactou o mercado financeiro com a tecnologia foi a ascensão da negociação e tecnologia de alta frequência, ou simplesmente HFT.

Este método de negociação envolve a compra e venda de ações no mesmo dia. Em alguns casos, um ciclo completo de compra e venda é concluído em segundos.

O maior impacto da negociação de alta frequência está nos investidores institucionais que apostam em milhões de ações em minutos.

Isso não era possível nos velhos tempos, quando a negociação era substancialmente mais lenta e demandava tempo e informações que não eram obtidas em tempo real, exatamente porque não haviam tecnologias, computadores avançados, tablets ou smartphones.

Ou seja, antes da evolução dos aplicativos, empresas de dispositivos de controle industrial eram limitadas a utilizarem equipamentos próprios, mas agora já podem investir seus capitais através de aplicativos de mercado financeiro.

Tecnologia e implementação de trades

Com o auxílio de computadores, registrar ordens de compra e venda e obter todas as informações relacionadas nunca foi tão fácil para os investidores.

Junto com isso, os erros diminuíram drasticamente à medida que as transações são processadas por computadores, o que elimina erros humanos.

Embora a política de verificação de compra de ações de três dias permaneça em vigor, a negociação eletrônica pode fazer tudo isso em um piscar de olhos.

Aplicativos de ações

Os mercados de ações tornaram-se mais fáceis de alcançar graças aos vários aplicativos que estão moldando o setor financeiro.

Além disso, os avanços tecnológicos nas empresas financeiras e de ações reduziram significativamente os custos indiretos, resultando em reduções drásticas nas despesas, como custos de transações em ações, por exemplo.

Ou seja, as altas taxas desencorajam a maioria dos investidores e comerciantes porque diminuem o volume dos investimentos.

Com isso, os investidores e empresários, como donos de empresa fabricante de isolantes térmicos que querem investir parte do capital em ações, por exemplo, agora podem negociar qualquer valor e gerar riqueza graças às taxas mais baixas desses aplicativos.

Esses aplicativos podem ser baixados para celulares e os investidores podem negociar de qualquer lugar e a qualquer momento. Como resultado, as pessoas têm menos limitações quando se trata de negociação de ações.

A vantagem da estratégia menos restritiva é que ela abre uma ampla gama de opções que alteram a forma como a negociação de ações é conduzida.

Além disso, o acesso a esses aplicativos não é complicado, uma vez que pode ser feito uma propaganda deles até mesmo em um mobile promocional em alguma loja do ramo, podendo ser usado um código QR para redirecionar o usuário para a página.

Centralização do pagamento de impostos

A centralização do pagamento de impostos é uma das inovações selecionadas pelo LIFT Lab em 2021. O laboratório tem como objetivo desenvolver protótipos de produtos, uma prática que contribui para o desenvolvimento de serviços.

Empresas dos mais variados segmentos, como empresas de manutenção elétrica industrial, por exemplo, buscam pagar diversos impostos em conjunto para facilitar a funcionalidade e diminuir taxas.

Nesse sentido, a legislação tributária brasileira é bastante complexa, onde é necessário conhecer bem as legislações de tributos federais, estaduais e também municipais.

Nesse contexto, uma das principais soluções inovadoras é a centralização da plataforma de pagamento de impostos. Graças a essa solução, torna-se possível pagar impostos em apenas 15 minutos.

Inteligência artificial

Certamente a inteligência artificial (IA) mudou vários setores, como o industrial, aumentando a velocidade dos processos e diminuindo demandas, porque, com tudo automatizado, são menores as chances de erros.

Mas também a inteligência artificial aplicada às finanças ajuda a reduzir custos, melhorar a eficiência e transformar a forma como as empresas gerenciam seus ativos.

Nesse sentido, a inteligência artificial ajuda a automatizar diversos processos em instituições financeiras.

E já é algo mais difundido, visto que o setor financeiro foi um dos primeiros a adotar tecnologia financeira (ou fintech) como inteligência artificial e sua popularidade.

Logo, é claro que, entre as instituições financeiras, esses tipos de tecnologias estão em constante crescimento.

Vantagens da tecnologia no setor financeiro

É certo que a tecnologia continua avançando e inovando em todos os setores, mas como nosso foco é o setor financeiro, vamos abordar algumas principais vantagens da tecnologia implementada nessa área. 

Personalização da experiência do cliente

Uma das primeiras coisas que podemos observar através do uso de inteligência artificial é que as organizações financeiras podem obter informações mais relevantes sobre o nível de satisfação do cliente e, assim, personalizar a experiência.

Em vez de confiar apenas na pontuação de crédito de uma pessoa, os bancos podem usar soluções baseadas em IA para levar em consideração outros fatores no histórico financeiro do indivíduo, como seus hábitos de pagamento e procedimento de quitação de dívidas.

Com essas informações também é possível customizar a taxa de juros da pessoa física.

Gerenciamento de portfólio otimizado

A inteligência artificial também permite que os clientes gerenciem seus portfólios com mais eficiência. Isso pode ser feito por meio de robô-advisors, por exemplo. É um dos tipos de serviços cuja popularidade está em constante crescimento.

E é de suma importância, principalmente devido ao aumento da educação financeira e o conhecimento geral sobre diversificação de mercado.

Gerenciamento de riscos

Hoje em dia é uma das áreas mais interessantes e em que a inteligência artificial pode revelar-se uma aliada quase infalível.

O objetivo do serviço de gerenciamento de risco é sempre poder fazer previsões precisas sobre o mercado a partir de informações existentes e identificar tendências, riscos e o melhorar o caminho a seguir para aumentar as finanças sem se expor demais a incertezas.

É algo que realmente proporciona segurança aos investidores, o que não tinha quando não existiam esses tipos de tecnologias.

IA, cibersegurança e detecção de fraudes

Os ataques cibernéticos aumentaram, isso é fato. Nesse sentido, é cada vez mais importante ter meios para se proteger. Graças à tecnologia e IA que estão sendo implantadas no setor financeiro, é possível se proteger de forma mais eficiente.

 

O aprendizado de máquina, por exemplo, é um dos esforços de segurança cibernética que pode ser intensificado para permitir que o software diferencie o usuário real e os bots.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Quer estar por dentro do mundo das finanças?

Assine a newsletter do Conexão Financeira.

Receber Cotação