Fluxo de Caixa: O Que É, Como Fazer e Os Principais Benefícios!

Equipe Conexão Financeira - 11/05/2021

O Fluxo de Caixa é uma das bases para o desenvolvimento e sucesso das empresas. Mas, afinal, você sabe o que isso significa e como funciona na prática? 

É comum que muita gente associe o termo apenas ao registro de dinheiro que entra e sai dos negócios. Na verdade, a ideia vai além disso. Quer saber os detalhes? 

Continue a leitura e descubra como o acompanhamento e o equilíbrio podem fazer bem para a sua empresa! 

Precisa de Crédito para deixar as contas da sua empresa no verde? Então, confira as melhores soluções com a Conexão Financeira!

O Que é Fluxo de Caixa?

É um método usado para registrar a entrada e saída de dinheiro da empresa e, ao mesmo tempo, fazer projeções financeiras. 

Sendo assim, o termo representa tudo aquilo em que você investe e recebe, hoje e no futuro, por exemplo: 

  • compra de matérias-primas ou de produtos prontos;
  • aluguel do espaço físico;
  • pagamento das contas (luz, água e internet);
  • gastos com manutenção;
  • pagamento de salário de funcionários;
  • vendas de produtos ou mesmo de serviços;
  • investimentos;
  • entre outros. 

Para Que Serve o Fluxo de Caixa?

Além de ser uma ferramenta para registrar a verba que entra e sai dos negócios, ele possibilita o controle das finanças

Sendo uma forma efetiva e segura de fazer a gestão financeira da empresa

Vale lembrar ainda que, uma “casa mal organizada” pode comprometer bastante a saúde dos negócios. Afinal, sem o controle, você corre muito mais riscos de atrasar pagamentos, não ter dinheiro o suficiente para repor estoques nem para investir em inovações, dentre outras situações embaraçosas. 

Qual a Importância do Fluxo de Caixa?

Saber o que é Fluxo de Caixa e, claro, aplicá-lo no dia a dia ajuda em várias situações, principalmente naquilo que diz respeito ao futuro. 

Isso porque, quando você controla melhor a entrada e saída de verba, fica muito mais fácil saber o que está disponível para novas projeções. 

Dá para realmente entender e traçar os melhores caminhos rumo à expansão e mais sucesso da sua marca. 

Nesse mesmo sentido, o equilíbrio de caixa facilita a tomada de decisões. 

Sem contar que, por meio dele, também é viável identificar possíveis gastos desnecessários e, assim, cortá-los e ganhar em economia para a empresa. 

Qual a Diferença Entre Fluxo de Caixa e Controle de Caixa?

fluxo-de-caixa-vs-controle-de-caixa-qual-as-diferencas

Muita gente confunde os termos “Fluxo de Caixa” e “Controle de Caixa”, mas é preciso ressaltar que os dois não significam a mesma coisa. 

Mas, afinal, qual a diferença? 

O primeiro registra a entrada e saída de dinheiro, considerando, também, ações futuras. Ou seja, a verba que ainda entrará ou sairá. 

Já o segundo serve apenas para registrar os ganhos e gastos realizados hoje, sem olhar para as próximas semanas ou meses, por exemplo.  

Quais os Tipos de Fluxo de Caixa?

Você sabia que também existem diferentes tipos de Fluxo de Caixa? Confira as variações e veja qual é a melhor para aplicar à sua empresa: 

Fluxo de Caixa Projetado

É um sistema mais detalhado e, consequentemente, mais profundo. 

Nele, é necessário reunir o maior número de dados sobre gastos e investimentos de hoje, amanhã, da próxima semana, mês e até ano. 

Com isso, o empresário passa a ter um “campo visual” muito mais rico a respeito dos negócios. 

Fluxo de Caixa Diário

O Fluxo de Caixa Diário, como o próprio nome já adianta, é aquele praticado no dia a dia. 

Então, ao início e final de cada dia, o profissional responsável pelo caixa confere tudo o que entrou e saiu.

É uma gestão mais próxima mesmo, ideal para negócios que possuem grandes movimentações de dinheiro. 

O acompanhamento rotineiro evita que a empresa tome prejuízos e, pior, só os perceba ao final da semana ou do mês, por exemplo. 

Fluxo de Caixa Descontado

Já o Fluxo de Caixa Descontado tem o objetivo de olhar para o presente e, além disso, determinar quais serão os prováveis lucros obtidos ao longo de um tempo X. 

É definitivamente a solução para quem deseja focar nos investimentos sobre a própria empresa ou, ainda, mostrar grande valor a outros investidores. 

Fluxo de Caixa Simples

O Fluxo de Caixa Simples é aquele feito semanal ou mensalmente. Ele registra a entrada e saída de dinheiro, além de olhar para as projeções. Mas tudo sem grandes aprofundamentos. 

Não é o caso mais indicado para empresas maiores e/ou com grande movimentação financeira diariamente. 

Como Fazer um Fluxo de Caixa Eficiente?

Existem vários passos para quem deseja fazer um exemplo de Fluxo de Caixa eficiente. 

O primeiro ponto é tomar conhecimento de tudo o que a sua empresa necessita para se manter de pé: isso envolve tanto os recebíveis quanto os gastos. 

Em seguida, é fundamental elaborar uma rotina e escolher um dos modelos de equilíbrio de caixa (se preciso, confira novamente as opções do parágrafo anterior). 

Escolhido o modelo? Então, agora, procure seguir as atividades à risca. Anote absolutamente todas as entradas e saídas de dinheiro!

Também é muito importante criar um cronograma de pagamento de contas, pois evita o atraso de quitações e o prejuízo com multas, juros, etc. 

Por fim, converse com  sua equipe financeira. Deixe claro a importância do Fluxo de Caixa! 

O Que Deve Conter Um Fluxo de Caixa?

Os tópicos do Fluxo de Caixa podem variar conforme o tipo de negócio. Mas, de uma forma geral, você pode ter os seguintes elementos: 

  • saldo inicial da empresa;
  • entrada e saída de dinheiro para um período estipulado;
  • classificação dos custos;
  • registros de pagamentos e recebimentos futuros. 

Exemplo de Fluxo de Caixa

fluxo-de-caixa-exemplo

Vamos usar o exemplo de um Fluxo de Caixa para Microempreendedor Individual, ok? 

Nesse caso, dá para fazer o controle mesmo em uma planilha do Excel. Já os tópicos podem ser os listados abaixo: 

  • saldo inicial;
  • previsões;
  • contas a pagar; 
  • vendas a receber (à vista e a prazo);
  • contas de energia elétrica, água e telefone;
  • aluguel;
  • pagamento de impostos;
  • pagamento de fornecedores;
  • fretes (se houver para a vendas de produtos);
  • taxas bancárias;
  • compra de equipamentos;
  • investimentos. 

Precisa de Crédito para deixar as contas da sua empresa no verde? Então, confira as melhores soluções com a Conexão Financeira!

Conclusão 

Neste conteúdo, vimos o quanto o Fluxo de Caixa é essencial para o controle financeiro das empresas, tomada de decisões e projeções para crescimento e sucesso. 

Então, se você ainda não segue esse método, é hora de adotá-lo. É válido lembrar que existem diferentes tipos de fluxo, a escolha deve ser baseada nas necessidades da sua empresa. 

Faça a análise e comparações com calma e, claro, conte com a ajuda da Conexão Financeira! Todos os agentes têm sempre ótimas ideias para melhorar a saúde financeira dos seus negócios. 

Aproveite!

ATENÇÃO!!! Não somos uma instituição financeira e nem oferecemos produtos financeiros pelo site, e-mail ou WhatsApp. Fique atento a golpes! Caso receba alguma mensagem solicitando depósitos e usando a nossa marca, denuncie e bloqueie o número imediatamente.
Close Bitnami banner
Bitnami