Empréstimo com Garantia

Tudo o que você precisa saber sobre Empréstimo com Garantia e como solicitar o empréstimo.

Empréstimo com Garantia – O que é?

O empréstimo com garantia é uma modalidade, na qual o cliente, pessoa física ou jurídica, que necessita um crédito, oferece um bem à instituição e, por conta disso, consegue juros mais baixos e prazos maiores para pagamento. Esse modelo para tomada de crédito pode ser bastante vantajoso num país como o Brasil que conta com uma das maiores taxas de juros do mundo, e altos índices de inadimplência.

A garantia é um bem colocado no contrato do empréstimo, podendo ser vendido para quitar a dívida em caso de não pagamento. Normalmente uma garantia é um imóvel ou um automóvel, mas pode haver outros tipos como máquinas, contratos, joias, etc. Esse método de crédito permite que sejam oferecidas taxas de juros menores aos clientes, uma vez que o risco para a instituição financeira é reduzido.

A ideia dessa proteção é fazer com que o cliente não deixe de cumprir o compromisso, com o risco de perder o bem atrelado a esse acordo. No caso de não pagamento da dívida, a instituição financeira pode se apropriar do bem dado em garantia, colocá-lo à venda em leilão, quitar a dívida e devolver a diferença, se houver, ao devedor. Vamos lembrar que bens vendidos em leilão não costumam ter seus valores de venda na média de mercado, sempre são vendidos por valores mais baixos.

Por que é interessante contratar um empréstimo com garantia?

Colocar um bem em garantia permite ao cliente que necessita o crédito, conseguir um empréstimo com taxas de juros mais baixas e maiores prazos de pagamento. A taxa média do empréstimo com garantia de imóveis no Brasil é de 16,2% ao ano. Quando comparamos com o rotativo do cartão de crédito, do cheque especial ou do empréstimo pessoal, por exemplo, vemos taxas que chegam respectivamente a 399,1%, 321,3% e 132,2% ao ano, segundo dados de junho de 2017 do Banco Central.

Dessa forma, um empréstimo com garantia chega a ter juros até 20 vezes menor que um rotativo de cartão de crédito por exemplo. É uma diferença brutal ao final do mês no caixa da empresa.

    Conheça as ofertas hoje mesmo!

    Empréstimo com Garantia de Imóvel

    Dentre as modalidades de empréstimo com garantia, o empréstimo com “garantia de imóvel” é a linha de crédito com as menores taxas de juros do mercado. Também conhecida por home equity ou refinanciamento de imóvel, é a modalidade onde o cliente, pessoa física ou jurídica, coloca uma propriedade como garantia da operação. A quantia solicitada está atrelada ao valor do imóvel oferecido e, na maioria dos casos, é estipulada pela avaliação de uma empresa especializada. Um imóvel de maior valor, permite um empréstimo de maior valor.

    Como falamos acima, quando é necessário uma instituição financeira vender uma garantia para honrar uma dívida, o valor de venda tende a ser reduzido. Dessa forma, um imóvel de valor R$ 100 mil, como exemplo, seria vendido num leilão por algo como R$ 50 mil. Então um imóvel desse perfil tende a servir de garantia para uma operação de crédito de R$ 50 mil apenas, e não de R$ 100 mil que seria o valor de mercado do imóvel.

    O processo de avaliação de crédito numa operação com garantia de imóvel é bem detalhado, pois a instituição quer diminuir ao máximo os riscos de prejuízos e a venda de um imóvel, ainda que subvalorizado, não é uma operação corriqueira. Portanto, mesmo com uma propriedade em garantia, é necessária a comprovação de renda e da capacidade de arcar com as parcelas ao longo do período estabelecido.

    Por fim, vale lembrar que um imóvel tende a se valorizar com o tempo, e, dessa forma, a maioria das instituições financeiras permitem o parcelamento do crédito com garantia de imóvel em até 20 anos.

    Como fazer um Empréstimo com Garantia de Imóvel para Pessoa Jurídica

    Assim como em qualquer operação de empréstimo tradicional, serão solicitados documentos da empresa, como CNPJ, Balanço, Declarações de Faturamento e também dos sócios como RG, CPF, comprovantes de renda, comprovante de residência, certidões de nascimento ou de casamento. Além de uma série de documentos referentes ao imóvel, como Capa de IPTU, Matrícula, Certidão Negativa de Débito, dentre outros.

    O empréstimo com garantia de imóvel também pode ser realizado com pequenas restrições no nome da empresa ou dos sócios. Esta é uma ótima vantagem, já que é muito difícil conseguir liberação de crédito para quem passa por essa situação.

    Vale a pena destacar que não se deve confundir o empréstimo com garantia de imóvel com hipoteca, uma vez que ambos envolvem uma propriedade como garantia. Na hipoteca, o registro do imóvel continua no nome do cliente que contrata o empréstimo e isso dificulta uma retomada do bem pela instituição financeira, em caso de não pagamento da dívida. Por esse motivo, a hipoteca caiu em desuso no mercado brasileiro e foi substituída pelo empréstimo com garantia que conta com o recurso da alienação fiduciária. Atualmente, as instituições podem retomar o imóvel e leiloam para quitar o restante da dívida que não foi pago.

    Uma vez que a retomada do bem gera custos e o próprio processo de venda é complexo, não é interessante para as instituições que a situação chegue nesse ponto. Por isso, sempre tenta-se negociar a dívida antes de enviar o imóvel à leilão, tentando achar alternativas que permitam ao tomador honrar com seus compromissos.

      Conheça as ofertas hoje mesmo!

      Empréstimo com Garantia de Veículo

      No empréstimo com garantia de veículo, a garantia da operação é um automóvel, linha leve ou pesada. Mesmo com juros um pouco mais altos do que o empréstimo com garantia de imóvel, ainda é uma ótima alternativa quando comparada ao empréstimo pessoal. A documentação é bem mais simples do que na operação com imóvel e o cliente consegue o valor solicitado mais rapidamente, com prazo médio de uma semana.

      No empréstimo com garantia de veículo, o cliente não pode ter restrições no CPF ou CNPJ no caso de empresa. Ao realizar o empréstimo, o tomador do crédito continua utilizando do carro, podendo até vendê-lo. Caso isso ocorra, o valor da venda deve ser destinado a quitar a dívida, com a diferença, se houver, ficando com o cliente. Lembrando que o automóvel tem que estar no nome do solicitante, ficando alienado à instituição até o pagamento da dívida.

      As condições de juros e pagamentos estão relacionadas, não só ao perfil do cliente, mas também à situação do automóvel, como estado de conservação e ano / modelo, por exemplo. Em caso de não pagamento da dívida, a instituição financeira pode tomar o seu veículo e, então, levá-lo a leilão para quitar o saldo restante da dívida.

      Assim como no caso do empréstimo com garantia de imóvel, quando um automóvel vai à leilão, o valor de venda costuma ser menor do que o valor de mercado, e será esse valor que honrará a dívida contraída. Dessa forma, deve-se cumprir com os compromissos de pagamento, para evitar maiores prejuízos.

      Como fazer um Empréstimo com Garantia de Automóvel

      O cliente deve entrar em contato com um banco ou financeira que trabalhe com essa modalidade. Uma 1a opção é procurar o próprio banco que a empresa ou o sócio da empresa tem conta. Devido ao histórico de relacionamento, eventualmente as aprovações de operações são mais fáceis nos bancos em que operam. Mas isso não quer dizer que as taxas são as melhores, portanto, o ideal é comparar as condições de cada instituição.

      Há também plataformas digitais que oferecem esse serviço e nós do Conexão Financeira podemos lhe apresentar opções. Após definido com quem trabalhar, deve-se enviar documentação e fazer a avaliação do veículo. Geralmente, as empresas enviam um representante até o endereço informado, mas para agilizar, a pessoa pode levar o veículo para vistoria. Tendo a documentação e a solicitação aprovados, o dinheiro costuma ser liberado rapidamente.

      Em algumas instituições, é possível solicitar até 90% do valor do veículo no empréstimo. Além disso, encontra-se taxas a partir de 1,49% ao mês, com 1 a 4 anos para quitar a operação. É possível também antecipar o pagamento. 

        Conheça as ofertas hoje mesmo!

        Conclusão

        O empréstimo com garantia de imóvel ou automóvel, é uma ótima alternativa para pequenos empreendedores que possuam uma garantia e querem alavancar seu negócio, ou simplesmente dar maior fôlego financeiro ao dia a dia da empresa.

        As taxas de juros para esse tipo de crédito costumam ser bem mais atrativas que outras linhas, apesar de uma burocracia um pouco maior pois envolve avaliação de bens.

        Lembre-se sempre que, ao pedir um empréstimo para sua empresa, seja com ou sem garantia, você deve estar organizado e planejado para cumprir com as responsabilidades desse novo compromisso. Todo mês sua empresa terá um comprometimento financeiro e necessita honrá-lo.

        Por fim, e é sempre válido reforçar, pesquise as opções de empréstimo disponíveis de mercado. Analise taxas, garantias exigidas, juros, tarifas, prazos. Negocie se for possível. Assim como em qualquer transação comercial, muitas vezes é possível melhorar as condições inicialmente apresentadas.

        Gostou? Aproveite e conheça as opções de Empréstimo com Garantia que os parceiros do Conexão Financeira tem para você.

        FAQ Sobre Empréstimo com Garantia

        Quem é MEI pode fazer empréstimo com Garantia?

        Nada impede que os Microempreendedores Individuais aproveitem as linhas de crédito com garantia para obterem capital para investir em seus negócios. Mesmo que a linha de empréstimo seja feita em nome de pessoa física, o recurso pode ser utilizado na empresa.

        Como fazer um empréstimo com garantia?

        O cliente, pessoa física ou jurídica, precisa entrar em contato com um banco ou financeira que trabalhe com essa modalidade, ou simular o empréstimo em plataformas digitais. Depois disso, deve enviar a sua documentação e fazer a avaliação do veículo ou do imóvel a ser oferecido.

        Como funciona o empréstimo com garantia para empresas?

        Da mesma forma que o empréstimo para pessoa física, uma empresa pode fazer um empréstimo com garantia em seu CNPJ. O processo de análise é similar, com a inclusão dos documentos da empresa para analisar o crédito. No caso de empréstimo para empresa, a garantia deve estar no nome da mesma. Algumas instituições permitem que a garantia esteja no nome do principal sócio.

        No caso do empréstimo com garantia, preciso entregar meu imóvel ou meu automóvel ao banco/financeira?

        Não, você ou sua empresa continuam utilizando os bens normalmente. O que você deve ter consciência é que, se optar por vender o bem, o valor da venda deve ser utilizado para quitação da dívida e o negócio só será finalizado após esse acerto.

        Quem tem nome sujo pode fazer empréstimo com garantia?

        Passada a parte da documentação, é realizada é realizada uma análise de crédito tanto no CNPJ quanto no CPF do sócio.  Nessa etapa será muito importante que não haja pendências que coloquem restrições no CNPJ ou no CPF. Caso haja restrições, a operação ainda é possível ser aprovada, já que há garantias envolvidas.

        Close Bitnami banner
        Bitnami