Equity Crowdfunding: O Que É e Como Funciona Esse Financiamento?

Equipe Conexão Financeira - 25/03/2021

Para startups ou mesmo pequenas empresas, uma ótima forma de conseguir capital de giro é através do equity crowdfunding. Mas você já conhece o potencial dessa modalidade?

Cada vez mais, os empreendedores buscam formas de consolidar os seus negócios. No entanto, simplesmente “conquistar capital” não é uma opção.

Uma alternativa para esse cenário é o equity crowdfunding.

Trata-se de uma modalidade de investimento coletivo, capaz, assim, de fortalecer negócios e trazer investidores para a empresa.

Mas será que o crowdfunding de investimento seria uma boa opção para sua empresa? E como funciona? Quais as vantagens e desvantagens?

Vamos responder todas as perguntas nesse conteúdo. Que tal continuar aprendendo? Basta seguir a leitura!

Precisa de crédito para investir e expandir a sua startup? Então confira as melhores Soluções Financeiras para a sua empresa com a Conexão Financeira! 

O Que É Equity Crowdfunding?

Equity crowdfunding é um tipo de investimento coletivo. Nele, um grupo de pessoas aplica seu dinheiro em uma empresa iniciante ou pequena. Como retorno, esses investidores possuem direito à participação societária.

Por isso, é considerada muito mais uma forma de investimento coletivo do que, propriamente, um financiamento — embora seja popularmente conhecida assim.

O equity crowdfunding permite que empresas menores consigam captar recursos para reforçar seu caixa e, dessa forma, potencializar sua operação.

Em contrapartida, os investidores se tornam donos de uma pequena parte do negócio.

Assim, caso o negócio realmente cresça, o valor dessa participação societária também cresce — o que se torna bom tanto para a empresa, como para o investidor.

Como o Equity Crowdfunding Funciona?

O equity crowdfunding é um tipo de investimento que funciona online — como um crowdfunding tradicional, cujo financiamento é centralizado em uma plataforma autorizada pelo CMV (Comissão de Valores Mobiliários).

Na plataforma online, a pequena empresa ou startup deve divulgar sua oferta, destrinchando o negócio e suas informações como por exemplo:

  • dados financeiros;
  • possíveis riscos e possíveis ganhos;
  • estimativas, pesquisas e benchmarking;
  • percentuais oferecidos aos investidores;
  • modalidade de captação (livre ou com diferentes metas);
  • tipos de cotas a serem repassadas (ações ou títulos conversíveis).

A dinâmica costuma seguir a lógica de uma rodada — como as rodadas de investimento, com cerca de 120 dias separando o final de uma e o início de outra.

Para Quem Esse Financiamento é Indicado?

para-quem-e-indicado-equity-crowdfunding

O equity crowdfunding é altamente indicado para startups, mas para pequenas empresas ou negócios que até mesmo não saíram do papel também pode ser interessante.

Isso acontece por 2 motivos:

  • é preciso ter faturamento de até R$ 10 milhões por ano;
  • só vai valer a pena para os investidores caso o potencial de crescimento seja realmente grande.

É até por isso que, nas plataformas que possibilitam o equity crowdfunding, há um processo rígido de avaliação da oferta antes da sua aprovação.

No entanto, o potencial de arrecadação é ótimo.

Por exemplo, uma das principais plataformas de equity crowdfunding do mundo já levantou mais de US$ 1,2 bilhões para startups.

Quais São as Vantagens e as Desvantagens da Modalidade?

Ao entender a teoria, o equity crowdfunding soa realmente bom, certo?

Mas é preciso cautela: há vantagens e desvantagens a considerar antes de mergulhar na modalidade.

Para facilitar sua decisão, separamos algumas delas abaixo. Confira!

Vantagens

Entre as vantagens do equity crowdfunding, podemos citar:

  • primeiramente acesso a uma gama maior de investidores;
  • possibilidade de retorno bastante expressivo;
  • para os investidores, possibilita maior diversificação da carteira;
  • aplicação de capital em projetos que realmente vão movimentar a economia.

Desvantagens

E entre as desvantagens da modalidade, citamos:

  • dependendo do negócio, o risco é alto;
  • apenas para pequenas empresas e startups;
  • retornos geralmente no médio ou longo prazo;
  • necessita avaliação do projeto, da empresa, das pessoas envolvidas.

Como Aplicar o Equity Crowdfunding?

O equity crowdfunding é uma modalidade de financiamento coletivo de investimento que pode ser a solução para o crescimento da sua empresa, certo?

Sua aplicação, portanto, vai depender de alguns fatores.

O principal é a criação, primeiramente, de um projeto. Tal projeto deve ter metas, objetivos e dados bem esclarecidos.

Outro ponto é a escolha da plataforma. Existem várias, como por exemplo:

É importante entender todas as condições das plataformas, como por exemplo o processo de seleção de projetos, as taxas exigidas pelo site, entre outros.

Equity Crowdfunding vs Financiamento Coletivo: Quais as Diferenças?

Existem diferenças essenciais entre o equity crowdfunding e o financiamento coletivo. Em geral, costuma-se considerar o primeiro uma modalidade de investimento, enquanto o segundo é mais como uma “pré-compra”.

O financiamento coletivo possui, dessa forma, um intuito mais voltado para doações e premiações. 

Assim, alguém pode lançar um produto e oferecer recompensas para diferentes graus de apoio.

Ou mesmo pode iniciar um financiamento coletivo para custear algum tratamento médico, por exemplo.

Já no caso do equity crowdfunding, o intuito é mais pragmático: trata-se de uma modalidade de investimento, que conta com aval e regularização via CVM.

Quais São os Agentes Envolvidos no Crowdfunding Para Empresas?

agentes-envolvidos-equity-crowdfunding

Para facilitar o entendimento sobre equity crowdfunding, vamos listar os agentes envolvidos no processo, bem como suas responsabilidades. Confira!

Plataforma

É uma plataforma online que servirá de terreno para divulgação da oferta e para que os investidores possam realizar seus lances.

É o “meio termo” da operação, garantindo assim, a segurança para ambas as partes interessadas.

Sociedade Empresária

São as empresas que buscam os investimentos.

Devem ser sociedades empresárias brasileiras com faturamento anual bruto de até R$ 10 milhões.

De acordo com a IVCM nº 588, o limite de captação por empresa é de, no máximo, R$ 5 milhões anuais.

Investidor

A parte interessada em apoiar e investir no projeto, startup ou pequena empresa.

De acordo com a norma supracitada, há também um limite anual para cada investidor: R$ 10 mil.

Porém, há exceções: caso o investidor seja qualificado de acordo com a CVM ou seja um investidor anjo, que participe liderando a captação.

Precisa de crédito para investir e expandir a sua startup? Então confira as melhores Soluções Financeiras para a sua empresa com a Conexão Financeira! 

Conclusão

Viu só como o equity crowdfunding pode ser uma alternativa viável para seu projeto, startup ou pequena empresa conquistar capital?

Agora, sua empresa ainda busca por soluções que ajudem em uma melhor gestão financeira e possibilitem o crescimento do negócio?

Fale agora mesmo com a Conexão Financeira.

ATENÇÃO!!! Não somos uma instituição financeira e nem oferecemos produtos financeiros pelo site, e-mail ou WhatsApp. Fique atento a golpes! Caso receba alguma mensagem solicitando depósitos e usando a nossa marca, denuncie e bloqueie o número imediatamente.
Close Bitnami banner
Bitnami