KPIs Financeiros para gestão de negócios

Publicado por Equipe Conexão Financeira - 08/07/2022

Uma boa empresa em desenvolvimento deve ficar de olho no que os seus KPIs Financeiros estão dizendo periodicamente., de modo a se manterem estáveis e competitivas.

Esses KPIs são, basicamente, os Indicadores Chave de Performances Financeiras (do inglês Key Performance Indicator). Assim, a partir das informações obtidas com esses dados, é possível ter uma melhor ideia sobre como está a saúde financeira da sua empresa.

Não importa o modelo de negócio: o termo se aplica para empresas de manutenção de elevadores ou até mesmo vendedores de delivery. Afinal, é possível adequar os indicadores às necessidades e segmentos do negócio.

Caso não saiba o significado de KPIs financeiros, ou deseje saber mais sobre quais aplicar e a importância dessa avaliação, conhecendo a importância e modelos de indicadores, acompanhe este artigo.

O que são os KPIs financeiros e qual a sua importância?

Basicamente, para saber se o seu negócio é lucrativo e rentável, ou se você está investindo corretamente para desenvolver uma marca, bem como identificar qual a situação de recebimento, os KPIs financeiros são fundamentais, contribuindo com a mensuração desses dados.

Isso ocorre porque essas são métricas fundamentais para a gestão financeira do seu negócio e, com elas, a aplicação financeira pode ser organizada com muito mais segurança e estratégia.

Ao avaliar como anda os seus KPIs, você pode reorganizar os investimentos em marketing, deixar de realizar alguns contratos ou começar a pensar em novos tipos de orçamento obra residencial, se for o caso da sua empresa, por exemplo.

Para que isso seja possível, as métricas de KPIs são divididas em alguns modelos específicos, o que possibilita mensurar as diversas partes financeiras da sua empresa. Alguns modelos e dados são:

  • Faturamento;
  • Rentabilidade;
  • Lucratividade;
  • Ponto de equilíbro;
  • Endividamento.

Abaixo, vamos conhecer cada um deles e como aplicá-los na sua gestão de negócios.

Faturamento

Esse é o mais simples e fundamental para a sua empresa. Afinal, qual empreendedor não quer ter em mente o quanto está faturando num determinado período de tempo?

A sua simplicidade se encontra no cálculo: some todos os rendimentos obtidos naquele tempo e pronto, tenha o faturamento em mãos.

No final das contas, você saberá o quanto de fato o seu negócio está vendo e o quanto de dinheiro está saindo disso. Para uma análise melhor, faça uma comparação do planejamento financeiro realizado antes do período e do quanto saiu de faturamento.

Rentabilidade

Para saber o retorno que o dinheiro aplicado teve na sua empresa, basta dividir o lucro líquido pelo investimento feito e multiplicar por 100. Uma dica é  sempre ter um investimento específico realizado.

E caso a sua empresa seja do tipo que recebe aplicações de investidores, a rentabilidade é um KPI usado na decisão deles.

O resultado pode mudar de contexto, dependendo do porte da sua empresa e dos investimentos. Então, não há uma resposta certa. Sendo uma rentabilidade de 80% não tão boa e outra de 45% um sucesso.

Lucratividade

Semelhante com a rentabilidade, o KPI de lucratividade funciona da seguinte forma: divida o lucro líquido da empresa, ou seja, descontando todas as despesas, pela receita bruta do seu negócio.

Com o KPI de lucratividade, você confere o quão capaz a sua empresa é de gerar lucro.

É com ela que você pode alterar significativamente os serviços contabilidade, por exemplo, entre outras possíveis medidas da empresa.

Ponto de equilíbro

Entre os KPIs Financeiros, o ponto de equilíbrio é aquele que vai dizer se a sua empresa está em um momento estável. 

Sendo mais específico, é aqui que você irá saber se a receita gerada é igual ao lucro obtido. Ou seja, literalmente o ponto de equilíbrio do seu negócio.

Para calcular, você primeiro precisa ter a porcentagem da sua margem de contribuição, que é o quanto foi o seu ganho total com a venda dos produtos.

Com tudo isso em mãos, o cálculo é o seguinte: despesas + % da margem de contribuição.

Com o ponto de equilíbrio alcançado, você consegue saber se é possível realizar uma ação de distribuição de cesta básica Campo Grande MS, por exemplo.

Endividamento

Nenhum corpo de empresa consegue respirar bem sem saber o quanto está endividado. Por conta disso, calcular o endividamento é necessário para evitar novos problemas financeiros.

Aqui você deve lembrar de todos os atores que a empresa está devendo. Desde as dívidas com bancos, investidores, funcionários ou aquele projeto cozinha industrial encomendado pelos gestores.

Além disso, tenha em mente a diferença entre as dívidas passivas, que são as contas a pagar, e as ativas, o que a empresa ainda tem que receber.

O cálculo para saber da porcentagem de endividamento é total de passivos/total de ativos x 100.

Fique de olho na saúde financeira da sua empresa

Agora que você já sabe o que significa KPIs financeiros e os modelos existentes, comece já a aplicá-los e entenda como estão as contas do seu negócio.

Se necessário, consulte serviços de contabilidade preços, terceirize o serviço e comece a planejar as estratégias de acordo com os resultados!

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Business Connection, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Quer estar por dentro do mundo das finanças?

Assine a newsletter do Conexão Financeira.

Receber Cotação