Taxa Selic: entenda como ela afeta o consumo e os índices de emprego

Equipe Conexão Financeira - 15/10/2019

A Selic é a taxa básica de juros da economia e o principal instrumento de política monetária utilizado pelo Banco Central (BC) para controlar a inflação. Por influenciar todas as taxas de juros do país, como as taxas de juros dos empréstimos, dos financiamentos e das aplicações financeiras, as variações da Selic têm grande impacto na economia do Brasil. 

Origem do nome “Selic”

O nome Selic vem da sigla do Sistema Especial de Liquidação e de Custódia. Tal sistema é uma infra estrutura do mercado financeiro administrada pelo Banco Central onde são transacionados títulos públicos federais. A taxa média ajustada dos financiamentos diários apurados nesse sistema corresponde à taxa Selic.​

Entender um pouco sobre a taxa Selic é importante para você administrar as finanças de sua empresa e compreender como ela se relaciona de forma direta e indireta com o seu negócio e com a economia de toda a nação.

Entendendo a taxa Selic

Todo Governo emite títulos públicos para arrecadar dinheiro. Quando uma pessoa ou empresa compra um título público do Tesouro Selic, por exemplo, está emprestando dinheiro ao governo. Este, em troca, lhe remunera através de juros.

Na “vida real” quem mais compra esses títulos do governo são os bancos e estes precisam cumprir certas regras para funcionar. Uma dessas regras é que eles depositem uma porcentagem definida de todos os seus depósitos em uma conta do Banco Central. Isso serve para evitar o excesso de dinheiro em circulação e manter o controle da inflação.

Agora pense na quantidade de operações que cada banco do Brasil faz em um dia. É muito difícil ter um controle apurado das operações e, muitas vezes, os bancos terminam o dia com a porcentagem maior ou menor do que o exigido pelo governo.

Para cumprir a lei, os bancos que ficam abaixo da porcentagem precisam tomar empréstimos de curtíssimo prazo (normalmente por apenas 24 horas, o overnight), de outros bancos (que ficaram acima). Os bancos que emprestam costumam exigir garantias, e os títulos públicos funcionam bem nesse sentido.

Toda essa explicação serviu para explicar na prática a definição da taxa Selic. A Selic é a taxa média utilizada nos empréstimos feitos entre os bancos e também nas aplicações realizadas pelos mesmos em títulos públicos federais.

Como é determinada a Taxa Selic?

A Selic é estabelecida pelo Comitê de Política Monetária (Copom), que se reúne dois dias seguidos, num total de 8 anuais para definir os rumos da economia.  

Em vias de regra,aumentar a taxa básica de juros é um caminho do governo para frear a inflação. Com o aumento dos juros, as pessoas tendem a comprar menos e com isso, o mercado é obrigado a diminuir os preços para não comprometer o consumo.

Por outro lado, a redução da Selic, é utilizada também para impulsionar o consumo e aquecer a economia. Num cenário com uma taxa Selic baixa, é mais interessante  investir o dinheiro em produção do que deixá-lo parado nos bancos, rendendo à uma taxa baixa.

Taxa Selic Evoluçãp
Evolução da Taxa Selic

Como a taxa Selic influencia o consumo e o crescimento das empresas?

A taxa Selic está diretamente associada ao chamado “custo do dinheiro”. Com uma Selic reduzida, a tendência de consumo da população aumenta já que o crediário se torna mais barato, estimulando as pessoas a comprarem mais. Pessoas comprando mais geram mais demanda no mercado. Maior demanda gera maior necessidade de produção. Gera mais mercado consumidor. Gera mais faturamento para as empresas.

Analisando apenas pela ótica do consumo, uma Selic baixa é o ideal. Mas é importantíssimo lembrar que com o aumento do consumo, a demanda pode superar a oferta, gerando um efeito ruim chamado inflação, bastante conhecido pelo brasileiros na casa dos 40 anos. Para conter a inflação, um dos instrumentos utilizados é elevar a taxa básica de juros, ou seja, elevar a taxa Selic. Com isso o custo do dinheiro fica mais alto, e crediário também, e o consumidor começa a conter seus gastos, reduzindo a demanda e o faturamento das empresas. O efeito disso é uma retração na economia, redução nos preços dos produtos e serviços, e a queda da inflação.

Como pode ser visto, encontrar o equilíbrio entre taxa Selic, incentivo ao consumo e controle da inflação, é um grande desafio de todos os governos do Brasil.

Como a taxa Selic influencia o índice de empregos?

Por influenciar o consumo, a Selic, por conseqüência, também influencia o volume de negócios das empresas como foi dito acima. E o volume de negócios das empresas está diretamente ligado à necessidade ou não de se contratar mais mão-de-obra. Mais negócios, mais demanda, mais vendas, mais necessidade de mão de obra pra atender esse cenário. Ou seja, mais emprego.

Por outro lado, juros mais altos levam a menos vendas, menores lucros e menor necessidade de gente trabalhando. Ou seja, desemprego.

Conclusão

Como vimos, a Selic influencia diretamente a vida de qualquer empresa no Brasil, seja de forma direta ou indireta. Por conta deste fator macroeconômico em que a empresa não possui nenhuma influência, é extremamente importante que se tenha conhecimento sobre a sua situação financeira atual e futura da empresa e, se adaptar o mais rápido possível as mudanças do cenário econômico.

Close Bitnami banner
Bitnami