Financiamento Empresarial e Leasing – Conheça as diferenças

Equipe Conexão Financeira - 25/05/2020

O termo financiamento já é bastante conhecido no dia a dia das empresas. Já o leasing não é um termo tão difundido assim. Pode ser que você nunca tenha ouvido este termo antes, mas não precisa se assustar. O contrato de Leasing não é tão comum assim no Brasil. Mas este pode trazer algumas vantagens para sua empresa, especialmente se o seu orçamento estiver mais apertado. Vamos conhecer um pouco mais sobre o tema e entender as diferenças entre leasing e financiamento empresarial!

Financiamento Empresarial

Quando falamos em financiamento, no sentido jurídico nos referimos a um contrato de empréstimo com juros, para aquisição de um determinado produto. O financiamento empresarial é uma modalidade de crédito muito mais favorável aos clientes do que o simples empréstimo empresarial, já que seu custo costuma ser consideravelmente menor. Todos os financiamentos estão ligados à compra de um determinado bem. Pode-se financiar máquinas, equipamentos e veículos, por exemplo. E o bem financiado é a garantia da operação. Caso uma empresa não pague em dia as prestações do seu financiamento, por exemplo, o banco ou financeira pode retomar o bem financiado e o levar a leilão para reaver parte do prejuízo. Quando as empresas adquirem um bem financiado, esse bem fica alienado. Essa alienação (chamada de fiduciária) funciona como uma garantia para o banco ou financeira que estes poderão recuperar o bem financiado em caso de inadimplência.

Como o financiamento é sempre voltado para uma destinação específica, como a compra de um equipamento ou de um veículo, o valor costuma nem passar pelas mãos do cliente e ir direto para as mãos do fornecedor. Da mesma forma que acontece nos empréstimos, nos financiamentos há uma análise rigorosa do crédito (saiba mais sobre score de crédito aqui) para analisar se a empresa solicitante terá condições de arcar com as parcelas acordadas para compra do bem.

No financiamento, normalmente, pede-se um valor de entrada. Se um bem custa R$ 100 mil, é possível que a instituição financeira peça um valor inicial que costuma ficar entre 20% e 50%. O saldo restante, financia-se.

Leasing

Diferentemente do financiamento, onde o bem é da empresa cliente (alienado à instituição financeira), o Leasing Financeiro é similar a um contrato de locação, sendo que no fim do contrato existe a opção de se adquirir o bem por um preço pré-determinado. Como o destino desse dinheiro já é determinado ao obter os recursos, e o bem fica em nome do pagador, como o banco por exemplo, esse tipo de crédito costuma ser mais barato, mas não é uma regra.

O leasing é um contrato denominado na legislação brasileira como “arrendamento mercantil”. As partes desse contrato são denominadas “arrendador” e “arrendatário”, conforme sejam, de um lado, um banco ou sociedade de arrendamento mercantil e, de outro, a empresa cliente. O objeto do contrato é a aquisição, por parte do arrendador, de bem escolhido pelo arrendatário para sua utilização. O arrendador é, portanto, o proprietário do bem, sendo que a posse e o usufruto, durante a vigência do contrato, são do arrendatário, a empresa cliente.

Como é possível financiar até 100% do valor do bem, o leasing é uma alternativa para quem não tem o dinheiro da entrada que é exigido em um financiamento

Uma grande vantagem do leasing em relação ao financiamento empresarial, é que no leasing não há a incidência de IOF na operação. Com isso, o custo total do juros costuma ser menor.

Por outro lado, uma desvantagem do leasing é que, por se tratar de um “contrato de aluguel”, caso haja solicitação de quitação antecipada – em outras palavras, deseje-se quitar antecipadamente o saldo restante – pode haver cobrança de quebra de contrato.

Leasing ou Financiamento Empresarial, qual escolher?

É muito importante entender a necessidade de sua empresa antes de optar por uma ou por outra modalidade de crédito empresarial. Para cada situação, uma modalidade é mais interessante. Caso sua empresa não tenha recursos para dar uma “entrada”, exigida nos financiamentos, o leasing é mais vantajoso. Já se sua empresa não desejar ficar com um bem em nome da instituição financeira e quer ter flexibilidade de contrato, o financiamento empresarial é mais indicado.

Vamos lembrar que a grande diferença de um leasing para um financiamento é que, nesta segunda opção, sempre ao final do contrato o bem é do titular do financiamento. Já no leasing, de acordo com as cláusulas, o bem pode ser adquirido ou não ao final do prazo.

Por fim, antes de optar entre uma das modalidades de crédito empresarial, analise as taxas de juros total e as burocracias envolvidas em cada operação. Sua empresa pode se surpreender com a diferença do valor total gasto ao final do período.

Para se aprofundar e ter acesso a todos os serviços financeiros necessários ao seu negócio, visite o nosso site Conexão Financeira. Temos um portfolio completo de ofertas voltadas exclusivamente para empresas!