A importância do Controle de Fluxo de Caixa para Pequenas Empresas

Equipe Conexão Financeira - 19/05/2020

Um dos maiores desafios para aqueles que estão começando o próprio negócio é manter a saúde financeira do empreendimento em dia. Antes de mais nada, o pequeno empresário deve estar atento ao fluxo de caixa e a importância de seu controle para o bom funcionamento da empresa.

A fim de controlar as movimentações com o capital de giro e, dessa forma, antecipar as necessidades de recursos extras e evitar rombos no orçamento, os pequenos empreendedores podem utilizar diferentes ferramentas de controle financeiro. As planilhas e softwares de fluxo de caixa são um bom exemplo disso.

Nesse sentido, contar com os serviços de empresas especializadas em soluções financeiras para o pequeno empreendedor pode ser um importante investimento. Inicialmente, elas poderão esclarecer melhor a relevância desse processo para o sucesso do negócio.

Se você busca planejar suas ações futuras com mais assertividade e maior segurança financeira, este post é para você! Continue a leitura e entenda mais sobre fluxo de caixa e sua importância para as pequenas empresas.

Em que consiste o fluxo de caixa?

Em resumo, o fluxo de caixa nada mais é do que um instrumento gerencial que permite organizar e controlar as despesas e receitas de um negócio.

Com base em modelos eficientes, o pequeno empreendedor obtém a visão global sobre todas as movimentações financeiras – pagamentos, investimentos e receita – e, assim, consegue prever riscos e oportunidades futuras.

Dessa forma, os dados sobre valores a pagar e receber, levantados pelo fluxo de caixa, servem como importantes indicadores para a gestão financeira. Não apenas eles traduzem em números a situação atual da empresa, como também apontam as diretrizes para o planejamento estratégico dos gestores nos próximos meses.

Por que as pequenas empresas devem atentar-se ao fluxo de caixa?

Pesquisas revelam que muitos empreendimentos de pequeno porte não conseguem se manter no mercado por muito tempo, devido às dificuldades de gerenciamento financeiro.

Sendo assim, o controle sobre o volume de dinheiro que entra e sai da empresa a cada mês é imprescindível para a manutenção da saúde financeira da organização.

A saber, um fluxo de caixa positivo indica que os valores recebidos por meio de pagamentos de clientes, empréstimos ou novos investidores superam os custos com o operacional da empresa.

Além de representar lucro para os sócios, o fluxo de caixa positivo cria condições favoráveis para novos investimentos, seja com equipamentos, novas contratações, entre outros.

Sem dúvida, sobram motivos para que os gestores organizem e monitorem esse fluxo. Elencamos a seguir alguns de seus principais benefícios:

– Fornece informações atualizadas sobre o capital da empresa;

– Concentra essas informações em um único lugar, de forma organizada, prática e de fácil acesso;

– Reúne dados para a geração de relatórios sobre o desempenho financeiro atual e projeções futuras;

– Evita erros graves, como o esquecimento de pagamentos de fornecedores, colaboradores e impostos;

– Organiza os prazos de recebimentos, os planos de vendas e a manutenção dos estoques;

– Prevê o remanejamento estratégico de valores para os setores com maior urgência de investimentos;

Viu só como é importante ficar de olho no fluxo de caixa? No caso das pequenas empresas, principalmente aquelas que estão recém começando, ajuda a evitar investimentos imprudentes e dívidas desnecessárias, além de orientar os empreendedores com maior precisão e riqueza de detalhes nas tomadas de decisões.

Ficou interessado? Visite nosso site e conheça todos os produtos e serviços financeiros que podemos apresentar à sua empresa.

Close Bitnami banner
Bitnami