Tudo sobre empréstimo para capital de giro

Publicado por Joyce Vieira - 22/06/2022

empréstimo para capital de giro

O capital de giro é essencial para o funcionamento de uma empresa. Ele é como uma reserva que corresponde ao valor necessário para manter as despesas do negócio. 

Como diz o nome, é ele que faz a empresa “girar”. Esse valor é usado no dia a dia, em pagamentos de salários, insumos, aluguel de espaço… tudo o que for necessário ao longo do tempo de atividade. 

Por ser tão importante para a empresa, algumas pessoas consideram fazer empréstimo para capital de giro. Vamos explicar como isso funciona e se vale a pena para seu negócio. Continue a leitura!

Como funciona o empréstimo para capital de giro?

O empréstimo para capital de giro funciona assim: no acordo com o banco é decidido o valor e como será feito o pagamento, que pode ser mensal, semestral, ou até mesmo ao final de um período. 

Diferente dos outros tipos de empréstimos empresariais, você não precisa comprovar a finalidade desse capital e na maior parte dos casos não é necessária uma garantia. 

Como empréstimo de capital de giro sua empresa pode ficar em dia com as contas, sem entrar em dívidas — mas preste atenção no pagamento desse valor para não virar uma bola de neve. 

Bancos que oferecem empréstimo para capital de giro

Veja os bancos que oferecem empréstimo para capital de giro atualmente. Cada um tem suas condições específicas, confira:

  • Capital de giro BS2: oferecem até 18 meses para pagar e taxas de juros personalizadas. É 100% online!
  • Capital de giro Biz Capital: uma das melhores opções do mercado, totalmente online, com crédito até R$400.000 e possibilidade de 36 parcelas. Juros a partir de 1% ao mês.
  • Capital de giro Ulend: oferece crédito até R$60.000 em até 36 vezes. Taxas de juros a partir de 0,99% ao mês. 
  • Capital de giro Creditas: solicite como pessoa física para usar em sua empresa. Até 3 milhões de reais em 240 vezes, com taxas a partir de 0,75% ao mês.
  • Capital de giro Bradesco: o banco oferece até 6 anos para pagar, com taxa a partir de 0,99% ao mês para clientes. 
  • Capital de giro Santander: são até 36 meses para pagar, os juros não foram divulgados e dependem do contrato. 
  • Capital de giro Banco do Brasil: prazo de 48 meses para pagar, com carência de 6 meses. Taxas de juros são divulgadas conforme solicitação ao banco. 
  • Capital de giro Itaú: com juros a partir de 0,99% ao mês, o banco oferece pagamento em 47 vezes.
  • Capital de giro Caixa: o banco oferece 37 meses para pagamento, com 11 meses de carência e taxas de 6% ao ano. 

Como são os juros de empréstimo para capital de giro?

O empréstimo para capital de giro tem várias vantagens para o empreendedor. Em contrapartida, as taxas de juros podem ser mais altas que o comum.

Antes de solicitar um empréstimo para esse fim, vale fazer uma pesquisa extensa para encontrar as melhores condições para a sua empresa. 

Normalmente, os juros vão de 0,13% até 3,61% ao mês, a depender do banco escolhido. Faça as contas para descobrir se vale a pena considerando o orçamento do seu negócio.

Outras opções para conseguir capital de giro

Para decidir se o empréstimo para capital de giro é a melhor opção, entenda quais são as outras possibilidades para conseguir esse valor de reserva:

A antecipação de recebíveis consiste em solicitar antes da data aqueles pagamentos que clientes fizeram a prazo. O banco libera esses valores e você pode usá-los como quiser, inclusive para capital de giro.

A conta garantida é uma conta bancária exclusiva para crédito, separada da conta principal da empresa. Muito útil para conseguir outras condições de empréstimo sem colocar as finanças em xeque.

A escolha entre o empréstimo, ou as outras opções, vai depender das necessidades e finanças de cada empresa!

Vale a pena pedir empréstimo para capital de giro?

O empréstimo para capital de giro pode valer muito a pena, sim. Basta ter planejamento financeiro para não deixar que o pagamento se torne um problema. 

Acompanhe os conteúdos do Conexão Financeira para tomar as melhores decisões para sua empresa!

Quer estar por dentro do mundo das finanças?

Assine a newsletter do Conexão Financeira.