Comprar à vista ou financiar um imóvel: saiba qual é o melhor

Publicado por Lucas Avila - 24/02/2022

A dúvida de comprar à vista ou financiar um imóvel faz parte da vida de muitas pessoas que pensam em relação ao melhor método disponível para realizar o sonho da casa própria, já que cada modalidade conta com pontos positivos e negativos.

Uma série de possibilidades que precisa ser analisada durante a decisão sobre é a melhor opção no processo de compra de um imóvel. Uma negociação que é muito mais complexa do que uma mera compra feita no seu cartão, tendo que escolher pelo crédito ou por débito.

Em relação a indagação que abre esse texto, é importante adiantar que não existe uma resposta correta, já que se trata de uma questão bastante complexa, cuja resposta depende muito da realidade financeira de cada indivíduo, além do modelo que melhor o satisfaz.

Pois além de todas as variáveis associadas ao seu processo de gestão de seus ativos financeiros, existem também as práticas relacionadas às preferências de cada pessoa em relação a um negócio, com diferentes formas de gerenciamento de processos.

Uma pluralidade que ajuda a criar esse ambiente diversificado que se encontra hoje no ambiente empresarial, com diferentes estratégias a serem adotadas na gestão de cada empreendimento, oque ajuda a destacar as ações de empresas do mesmo ramo.

Essa variedade de opções só é possível graças às inúmeras aplicações tecnológicas que podem ser implementadas no mercado atual, incluindo as formas de se lidar com os seus ativos econômicos, existindo um uso cada vez maior do dinheiro digital, por exemplo.

Conjunto de opções financeiras que acabam por refletir diretamente na definição de atitudes a serem tomadas também acerca dos seus projetos pessoais, a incluir uma avaliação patrimonial, com ajuda de profissionais e equipamentos que consigam avaliar seu espólio.

E dependendo do valor identificado, esse indivíduo pode optar por comprar uma casa maior, ou então decidir sair do aluguel e adquirir o seu primeiro imóvel, diante de um crescimento da família, como um casamento ou a chegada de mais um filho ao seu núcleo familiar.

São várias opções capazes de fazer a cabeça de um indivíduo começar a refletir sobre qual o modelo de aquisição de um imóvel pode ser o mais benéfico diante da sua realidade econômica. Voltando então à pergunta que abre esse conteúdo.

Diferença entre os dois modelos de compra

Por mais que exista uma clara diferença entre a compra de um imóvel e a aquisição de um aparelho de som, a decisão sobre realizar uma compra à vista ou por parcelas costuma seguir um formato similar, ao lidar com características semelhantes, apenas ampliadas.

Na compra à vista essa negociação é fechada de maneira rápida, com a transferência de valores entre o cliente e o vendedor, o que vale para a compra de uma bala em uma banca de jornal, assim como a contratação de um serviço de desenvolvimento de software.

Já a compra parcelada depende muitas vezes de inferências de alguma entidade bancária terceira, com o qual esse cliente possui algum tipo de relação de crédito, tendo esse custo dividido em uma quantidade específica de parcelas, com um possível acréscimo de juros.

Por se tratar de um patrimônio, com um valor alto no mercado, fora o modelo à vista, outra opção de compra é por meio de financiamento, no qual o indivíduo adquire um bem de alto valor, com a entrada de um capital, com o restante sendo quitado de forma mensal.

E dependendo do modelo de financiamento adotado, existe uma série de fatores que precisam ser observados por quem acabou de assinar esse contrato em busca de adquirir o seu sonhado imóvel. Questões como a taxa de juros, a ser definido por razões variadas.

Além disso, o modelo de financiamento também pode impactar no peso que essa compra terá no orçamento deste indivíduo a curto e longo prazo. Como através da possibilidade de adquirir o imóvel por meio de um Fundo Imobiliário.

Serviço no qual é possível reunir um grupo de usuários juntos a uma instituição financeira, no qual mensalmente todos investem um valor específico, para de maneira conjunta terem acesso aos seus respectivos imóveis, em um sistema similar a um consórcio.

Sobre a compra à vista, por outro lado, existem certos pontos que também podem ser considerados, como a presença de descontos diante de uma compra direta, ao invés de um parcelamento por um longo período.

Questões a serem analisadas antes de recorrer a uma avaliação de imóveis, em busca de encontrar o lugar perfeito para essa pessoa interessada. Seja para uma residência própria, para alugar para terceiros ou para servir como um estabelecimento comercial.

Uma série de fatores que estão associados aos benefícios e desvantagens de optar por uma compra à vista ou por um sistema de financiamento do imóvel.

Vantagens e desvantagens de cada modelo

Como dito anteriormente, não existe uma resposta única para todos quando se fala sobre qual o melhor sistema para adquirir uma casa, à vista ou por financiamento, pois essa decisão depende de muitas variáveis associadas ao comprador.

Contudo, existem vantagens e desvantagens em cada modelo que podem ser analisados por esse indivíduo, para que seja mais fácil qual o modelo de aquisição do imóvel seja benéfico para tal pessoa, sendo importante, então, observar os seguintes pontos:

Vantagens do financiamento

Com o financiamento, o indivíduo tem a possibilidade de se mudar imediatamente para o imóvel, podendo consumir de sua compra, assim como é feito com uma compra parcelada em seu cartão de crédito. Já sendo possível recorrer a uma empresa de mudanças.

O que dá ao comprador a possibilidade de sair logo do aluguel, usando esse dinheiro mensal a ser aplicado diretamente na compra do seu imóvel próprio, como um investimento dos seus rendimentos, otimizados pelas condições favoráveis de aplicação do capital.

Por meio de um sistema que facilita a aquisição desse imóvel, sem a necessidade de acumular um grande capital de dinheiro, optando por um sistema de parcelas que seja mais favorável aos ganhos mensais de cada pessoa.

Desvantagens do financiamento

Por outro lado, o sistema de financiamento também pode ser a causa de endividamento de muitos compradores, caso não haja uma organização acerca de suas finanças pessoais, podendo levá-lo à perda do imóvel que está em processo de adquirir.

Resultado da falta de pagamento das parcelas, o que pode está ocorrendo por causa da alta taxa de juros que pode está sendo aplicada a tal investimento. Sendo importante observar pontos além do chamativo balão publicitário usado por esses escritórios.

Isso porque muitas vezes é comum que o comprador faça um negócio sem entender de fato tudo que está presente nas entrelinhas do seu contrato de investimento, existindo uma grande burocracia durante a aquisição do seu imóvel por meio de um financiamento.

Como a taxa percentual e juros. Valor diretamente associado à taxa Selic, o percentual de juros básicos praticados pelo Banco Central para o controle das atividades econômicas do país. O que envolve diretamente a compra de um imóvel, junto ao seu financiamento.

Vantagens da compra à vista

Já a compra à vista surge como uma solução em relação aos últimos aspectos levantados. Contando com o apoio de um sistema de fácil negociação, no que envolve a transferência de valores financeiros de um indivíduo para outro, ou pela construtora por trás do negócio.

Em termos financeiros ainda existe a retirada da conhecida taxa de juros, capaz de multiplicar o valor da compra a longo prazo. Muitas vezes existindo um percentual de desconto com a compra imediata desse novo espaço.

Desvantagens da compra à vista

Contudo, a compra à vista exige um maior controle financeiro por parte do comprador, de forma  conseguir arrecadar o capital necessário para a compra do imóvel. Algo que pode levar tempo, a depender do valor de tal residência.

E assim como no desenvolvimento de um projeto executivo, é preciso levantar todas as informações acerca desta aplicação imediata de dinheiro, já que essa transferência de grande valor pode deixar o comprador sem dinheiro em caixa para qualquer emergência.

Todos esses são pontos que precisam ser analisados durante a compra do imóvel. Um investimento que depende também de uma reflexão profunda cerca de um conjunto de situações associadas, tais como:

  • Busca por possíveis descontos;
  • Rentabilidade de suas reservas financeiras;
  • Possibilidade de usar o FGTS como parte do financiamento;
  • Tempo necessário para a mudança.

Uma série de fatores que podem impactar na decisão não só de se adquirir um imóvel, como também sobre qual é o melhor modelo indicado de investimento para a realidade financeira de um indivíduo.

Pois assim como a gestão de um negócio, que analisa a ideia de implantar um sistema automático, junto a um serviço de automação comercial, é preciso identificar os pontos negativos e positivos de cada ação, para no fim optar pela opção de melhor destaque.

O que vale para uma decisão comercial e para a compra de um imóvel.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Quer estar por dentro do mundo das finanças?

Assine a newsletter do Conexão Financeira.